GUARANI RACE 2021

GUARANI RACE TRANSFERIDA PARA 2021

Rafael Zobaran anunciou em uma Live na última quarta-feira, dia 08 JULHO, que a Guarani Race não acontecerá em 2020.

A GUARANI RACE voltará em 2021 com 5 edições durante o ano.


“Hoje é dia 8 de julho e todos nós estamos conscientes da gravidade da situação, que a curva é muito maior do que todos imaginavam e que levará mais tempo para as coisas voltarem ao normal. Dificilmente conseguiremos retomar a nossa vida com nossas relações sociais e nossos hábitos do dia a dia se a vacina não chegar - e ninguém sabe ainda quando ela vai chegar. O fato é que a situação é grave. Nesse momento, muito acima dos meus interesses pessoais, está o meu senso de responsabilidade coletiva - eu não posso colocar em risco a saúde e a vida das pessoas - a minha, a sua, das pessoas que trabalham comigo, e muito menos de uma comunidade indígena inteira que naturalmente já luta para se manter viva.”

Essas foram algumas das palavras de Rafael Zobaran na Live.

Para assistir a Live na íntegra acesse esse link https://www.youtube.com/watch?v=X89REV4Jkk4

VEJA AS OPÇÕES

Todos os inscritos na GUARANI RACE 2020 estão automaticamente inscritos na GUARANI RACE 2021.

Realizaremos 5 edições ao longo do ano de 2021.

Você poderá escolher a melhor data para a sua participação:
- 27 de fevereiro
- 17 de abril
- 05 de junho
- 21 de agosto
- 16 de outubro
*as datas serão confirmadas até outubro/2020.

COMO TRANSFERIR?

Você não precisa se preocupar com isso agora.

Até 15 de outubro entraremos em contato com você para você anunciar a sua decisão.

Pense bem até lá.



#MANTENHASUAINSCRICAO

Estamos oferecendo diversas opções de data para você fazer a sua transferência.

Fique com a gente - seja nosso parceiro!

MEDIDA PROVISÓRIA 948

Informe-se sobre a MP 948 de 8 de abril, a medida provisória que tem como principal função proteger os produtores de eventos, atuando especialmente na proteção e regulação de reembolsos.

O organizador não mais é obrigado a devolver o dinheiro pago pelos ingressos, contanto que cumpra uma das 3 exigências previstas:

1) se fizer a remarcação dos eventos cancelados;

2) ou se disponibilizar crédito para outros eventos na respectiva empresa;

3) ou outro acordo a ser formalizado com o cliente/consumidor.

Ou seja, desde que o evento aconteça, que deixemos o valor de inscrição de crédito ou entre em acordo com o consumidor, é possível migrar os participantes sem necessidade da devolução do dinheiro.

Esta MP vale para o período de crise, ou chamado pelo governo de “calamidade pública”.

Importante: caso o evento não seja realizado (não seja remarcado), o dinheiro poderá ser devolvido – na totalidade – dentro do prazo de 12 meses – contando a partir do final da calamidade pública.

Qualquer dúvida, envie mensagem clicando AQUI.
Já pensou em compartilhar esse vídeo com seus amigos no Whatsapp? Clique Aqui